segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Para aqueles que decidiram pela mudança de si-mesmos!



Descobrirmos a nossa essência e ser quem somos realmente não exige nenhum sacrifício, basta investigarmos cuidadosamente cada uma de nossas emoções e descobrir quais são as nossas verdadeiras motivações e a partir disso abandonarmos tudo aquilo que está em nossas mentes, mas não nos pertence verdadeiramente.


Por meio da atenção e de um pequeno esforço, aliados a persistência e um pouco de boa vontade, aprenderemos a deixar para trás comportamentos nocivos e com eles o estado de carência afetiva, de instabilidade emocional, do medo, de revolta, de raiva, tristeza, depressão, da baixa alto-estima, estados de desânimos, de conflitos, dúvidas paralisantes, vícios, tensões e  estresse.


Quando conhecemos melhor a nós mesmos e o funcionamento de nossas mentes, o impacto de nossos pensamentos e a razão de nossas emoções, aprendemos a reconhecer as nossas reais necessidades e suprí-las (ou permitir que sejam supridas) com naturalidade, sem sacrifícios ou esforços sobre-humanos.


Seremos mais práticos e efetivos em nossas decisões e ações, nossos relacionamentos com as pessoas a nossa volta tornar-se-ão mais profundos, humildes, amorosos e significativos.
.
E nossa "visão de mundo" será simples, nossos olhos serão simples, nossa alma será simples, porque na simplicidade reside o princípio da verdadeira sabedoria.

Sabedoria esta que está disponível para pessoas de todas as idades, independente do grau de instrução e de suas condições sócio-econômicas.


A mundança de si-mesmo inicia-se através da introdução de novos hábitos em nosso cotidiano, pois aparentamos ser tão somente a soma de nossos hábitos e costumes e neles observamos o reflexo de nossas atitudes internas.


Pois como já nos ensinaram os sábios; "novos e pequenos hábitos conduzem a grandes transformações".


Desta forma, a introdução de novos hábitos ajuda-nos a ampliar a visão de quem somos. E por meio da simples observações, seremos capazes de renunciar gradativamente ou subitamente aos comportamentos não saudáveis sem nenhum sacrifício.


Portanto, àqueles que decidiram pela mudança de si-mesmos, tendo adquirido a convicção de que não é possível mudar o mundo fora de nós, mas no entanto é possível mudá-lo na sua visão interior e a forma com que nos relacionamos com o universo ao nosso redor digo-lhes com toda a convicção:


Sem nenhuma sombra de dúvida; é possível mudar a qualidade de nossas relações com tudo e todos a nossa volta, tornando-as mais harmoniosas, gentis, amorosas e pacíficas, extraindo dessa forma o que há de melhor em cada ser humano, o que há de melhor em nós mesmos e em cada aspecto da natureza, possibilitando aos outros as mesmas oportunidades que conquistamos.


Assim como é possível mudar a nós mesmos sem sacrifícios, sofrimentos, conflitos e guerras com o seu próprio ser.
.
Desta forma é possível um novo mundo para todos nós.


Não faz sentido exigir que uma mente que sempre foi dispersa e flutuando no oceano de informações de influências externas e internas, sem estar ancorada com bases em sua própria consciência, consiga de uma ora para outra, como num passe de passe de mágica, transformar-se numa mente de um monge que durante anos dedicou sua vida a disciplina interior.


A mudança efetiva se concretizará por meio de uma revolução pacífica e silenciosa sem o uso de armas ou de atitudes que pressionem a ordem dos acontecimentos naturais, mas através da introdução de pequenos passos, da aceitação de certos princípios e da disponibilidade de abertura para o sagrado, para o inexplicável, para o milagre.


Sem exageros, ansiedade ou expectativa de resultados rápidos, sem ações impulsivas e precipitadas saberemos por meio do silêncio ouvir a nossa voz interior que nos conduzirá da maneira mais suave possível no manuseio desta alquimia da transformação.


Portanto o respeito pelo seu próprio ritmo e pelas suas dificuldades devem vir em primeiro lugar, a aceitação de quem você é hoje e a compreensão gradativa do que te levou a ser quem você é, será de grande auxílio para a mudança.

Lembre-se: a guerra nunca conduzirá a paz. O conflito não conduzirá a solução do conflito.


Velhos padrões de compartamento serão superados e deixados para trás de uma maneira tranquila, semelhante a uma folha seca que cai de uma árvore auxiliada pela brisa do vento.


Parabéns por optar pela mudança, pois optar pela mudança é optar pelo crescimento e o crescimento é um fenômeno da natureza, pois todo ser vivo busca ser íntegro e completo, e assim alcançar o sucesso que é ser quem você é em sua essência, com todo o seu amadurecimento e com toda a sua plenitude.


Com certeza este caminho, principalmente em seu início, poderá parecer difícil, árduo e assustador.
.

Mas não se deixa paralisar devido ao medo e por acreditar que a tua vida não poderá ser mudada devido ao grau de complexidade com que você olha hoje os seus problemas.
.

O novo pode realmente assustar, poque não saberemos o que iremos encontrar pela frente, mas se você não está satisfeito com a vida que vive hoje, porque não mudar?
.


Porque permanecer na mesmice? Já diriam os doutores em neurolingüistíca, se continuarmos a fazer as mesmas coisas que sempre fizemos, iremos continuar obtendo os mesmos resultados que sempre obtivemos.
.

Não esqueça de rir diante de cada momento e situação e siga adiante, volte-se para dentro de si, pois é aí que estão as suas respostas, fora de ti você pode encontrar as respostas dos outros, não as tuas, a verdeira mudança ocorre de fora para dentro, uma ajudinha de fora é até muito importante, mas a grande transformação ocorrerá na via contrária, como na piracema.
.
Mas uma coisa precisa ser revelada aqui.

Não é você que decide pela mudança de si mesmo

É a vida que escolhe o momento exato para te colocar nos eixos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente para compartilhar amorosamente aquilo que aqui amorosamente foi compartilhado!

Grato!

Seguidores