segunda-feira, 9 de maio de 2011

Bela e Divina Criança!

Minha Criança! Bela e divina Criança!
Permaneça Criança por toda a eternidade
Tu que és fonte de frescor e inocência
Tu que és força, alegria e verdade!
Tu que és sempre espontaneidade!
Sorria, sorria sempre em meu lábios,
Brilhe, brilhe sempre em meus olhos!
Brinque, brinque com todo o meu corpo,
Dance, cante, vibre, sinta, descubra, seja!

Minha Criança! Bela e divina Criança!
Esqueça todos pesadelos que passaram
Eram mentiras que os adultos ensinaram
Transmitindo medo, insegurança, traumas
Descubra no amor imortal da Grande Mãe
Que te mantém seguro no seio do universo
E te olha, te proteje, te acalenta e te honra
Fonte infinita e majestosa da Grande Vida,
És Substrato ilimitado do teu próprio ser!

Minha Criança! Bela e divina Criança!
Me ensina nas sutilezas do profundo silêncio
Todas as linhas gerais da magnífica natureza,
Não há mais perguntas, dúvidas ou incertezas
No amor que transmites vejo todas as respostas
A paz, a alegria e a criação divina são imutáveis
É o quadro da eterna realidade que não tem fim
Perfeita, santificada e sagrada origem da vida!
Me abençõe minha bela e divina Criança!

Um comentário:

Mariana Belize disse...

Tenho muito o que ler aqui. E a pensar.
Gostei do blog.
Abraço,
Mariana

Postar um comentário

Comente para compartilhar amorosamente aquilo que aqui amorosamente foi compartilhado!

Grato!

Seguidores