quarta-feira, 8 de junho de 2011

Superando os sentimentos negativos em nossa jornada!




Mesmo os indivíduos que já tomaram consciência de que a mente dominada por pensamentos padronizados é uma espécie de insanidade, caem por vezes em um estado de desânimo, irritação, aborrecimento, tédio, desesperança, entre outros níveis de sentimentos e pensamentos inconscientes, e porque isto acontece?

Isto acontece porque é muito fácil repetir padrões e cair nesses níveis e, assim, se identificar com a mente que passa a reproduzir repetições de comportamentos já estabelecidos pelo hábito.

Começar a viver através da consciência é a princípio difícil, porque toda nossa educação desde crianças, ignorou a existência de níveis mais sutis e profundos, não fomos ensinados a utilizar a mente como um instrumento, e todos os efeitos foram observados como causas em si mesmas, tal o comportamento repreendido de uma criança, como se este existisse por si mesmo e não estivesse conectado com nenhum padrão interno e, a partir disso, tenta se mudar aquele comportamento através da repressão e ameaça e não diretamente em sua fonte, o ser, o pensamento, o sentimento, a emoção, a necessidade que aquele comportamento surge para atender, etc.

Mas o que nos interessa saber é como sair desses estados que reproduz frustrações, medos, letargia, ou seja, como sair desses momentos em que caímos nos antigos e negativos padrões?

Em primeiro lugar, não acredite na mente, não acredite nessas sensações, você não as quer, e se elas estão ali observe-as como se fossem nuvens obscuras que se formaram por sobre o céu do teu ser, esteja alerta, preste atenção na respiração que pode ser utizada como um diapasão para afinar a tua atenção que passará a tocar harmoniosamente a canção do momento presente, veja este momento como uma oportunidade e agradeça ao todo por lhe permitir esta possibilidade de observação e investigação.

Volte-se para a grandeza do universo, para o milagre da vida e para a beleza do ser, não importa qual seja o nosso passado ou o que pareça que tenhamos feito ou deixado de fazer dentro das nossas biografias pessoais em seus aspectos humanos, eu e você somos parte da grandiosidade da existência da Grande Vida, somos parte de tudo isto, da mesma forma que aquele indivíduo que hoje ocupa o cargo de presidente de um país, de uma empresa ou como aquele que agora se encontra vivendo nas ruas, todos eles vivem e existem a partir da graça originada de uma mesma fonte e retornarão todos inevitavelmente a esta fonte, deixando de ocupar o lugar que hoje parecem estar.

Nesses momentos lembre-se disso: Você é parte de algo grandioso e esses pequenos pensamentos insignificantes não podem ter o poder de te diminuir, de lhe entristecer e de lhe desanimar.

A chave para sair desta prisão está em suas mãos, basta abrir o cadeado ilusório da existência de um eu separado do todo, onde não há um eu não há dor, não há medo, não há passado, expectativas, frustrações, tédio, aborrecimentos ou qualquer outro sentimento negativo, na ausência de um eu o que existe é o ilimitado, a graça, a luz, a fonte que irradia e brilha para todo o sempre!

4 comentários:

Super Links disse...

Muito legais estas dicas que nos ajudam a superar os sentimentos negativos. Parabéns!

A Internet brasileira precisa muito de conteúdos interessantes, divertidos e positivos como estes que você está criando.

Convido você a conhecer também o novo agregador Super Links: http://www.superlinks.blog.br

Confira o melhor conteúdo da Internet, aproveite para divulgar seus links sem a necessidade de cadastro e aumente exponencialmente as visitas de seu site.

Intensamente disse...

Isso é muito bom!

Sergio disse...

O importante é saber que aquilo que manifesta está em contacto com aquilo que esta manifestado é tudo e uma mesma coisa.

filhadevenus disse...

Obrigada por esta postagem.
Eu também ando por estes caminhos....

Postar um comentário

Comente para compartilhar amorosamente aquilo que aqui amorosamente foi compartilhado!

Grato!

Seguidores