quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Ser Nada É Ser Tudo...



Ser nada é ser tudo...

Nada pode ocupar o lugar daquilo que É.

Fique em silêncio e deixe o mundo em paz, deixe cada coisa no seu lugar, não interfira. Faça isso com o mundo e o mundo nunca mais lhe perturbará.

Mundo? Onde está o mundo?

Olhe pra mim, não vejo nada assim... E nem sinto falta de ver as coisas por este modo.

Sabe o que é felicidade?

Felicidade é não querer nada de nada e de ninguém; e é assim que o mundo desaparece. Só ficamos com aquilo que esta presente e isso é suficiente; não há mais desejos, medos, buscas e procuras.

SER... É não ser nada.

Tudo é amor aqui, tudo é Vida aqui e tudo é Deus aqui!

Chamo isso de Entrega. Renda-se ao que é! E ao amar o que é e ao não lutar contra nada essa entrega revela o poder de Ser, de Ser nada, sim, pois ser nada é ser tudo.
Quem está presente Nisso?

O sentido do "eu" tem sua vida neste pensamento: Sou e quero algo diferente do que tenho aqui. E isso é sofrimento e ilusão.

Ser nada é ser tudo...




Fonte:
Escrito por Marcos Gualberto entre um diálogo seu e Andrea Zafra e com pequenas adaptações neste blog.
orginal no endereço eletrônico:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente para compartilhar amorosamente aquilo que aqui amorosamente foi compartilhado!

Grato!

Seguidores