sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Tudo Pertence ao Uno




A divisão que é ausência de integridade pode ser muito claramente percebida, através das contradições internas que vivencia um indivíduo, entre aquilo que ele diz, pensa, sente e faz.


Há quem diz, tenho uma grande gratidão por fulano, no entanto, suas ações só refletem ódio, desrespeito e ironia, onde está a gratidão nisso? Outro sente uma profunda dor e inquietude e diz: Estou ótimo! Outro pensa - Eu odeio sicrano! E ao encontrá-lo diz: Bom dia! Que alegria te ver!E notem que coisa interessante, quanto mais dividido é um indivíduo mais ele necessita de imagens, de registros, de palavras, de aparências, mais ele critica, condena e se coloca na posição de que tudo sabe, tudo conhece, e de que o que não serve para ele não serve para mais ninguém...

 Tenhamos compaixão por esses irmãos... Não o condenemos como ele faria conosco, pois a sua "divisão interna" é um estado temporário, por mais "agressiva" que seja suas atitudes isto não reflete a sua própria verdade, que está muito além de sua agitação, de sua inquietude, de sua beligerância, ou seja, de sua divisão temporária.

Tudo retornará ao Uno, porque tudo pertence ao Uno e numa realidade última nada nunca e em nenhum instante deixou de pertencer ao Uno!


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente para compartilhar amorosamente aquilo que aqui amorosamente foi compartilhado!

Grato!

Seguidores