segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Um Curso em Milagres Através de Uma Abordagem do Coração






Observo com certa estranheza a aparente unanimidade com que os estudantes do UCEM apreciam o trabalho de "explicar o curso" de Kenneth Wapnick.

Sem dúvidas ele teve um importante papel, ao auxiliar Hellen no trabalho de revisão e organização do UCEM em sua estética estrutural. Realmente merece toda nossa gratidão por isto. Apesar de que mesmo este trabalho não foi feito por ele e por sua própria boa vontade, mas pela única vontade que há que é a vontade de Deus.

Nosso amigo Ken dá muita ênfase a compreensão intelectual do curso, como se a compreensão fosse de fundamental importância para "salvação" o que não é verdade, primeiro porque o que há de mais importante para ser apreendido não pode ser ensinado que é o amor, como diz o UCEM em sua introdução.

É justamente o amor que cura a única falta que precisa ser curada que é a crença na ideia da existência de uma brecha que nos separa de Deus.

Esse desbloqueio que nos permite sentir este amor de Deus que faz findar esta ideia de separação é realizado por meio do milagre e da expiação, e tanto o milagre quanto expiação é realizada pela "Graça Divina".

No capítulo 18 A passagem do Sonho, Seção IV Um pouco de Boa vontade, no sétimo parágrafo há um trecho que diz:

"Ainda estás convencido de que a tua compreensão é uma contribuição poderosa para a verdade e faz dela o que ela é. Entretanto, nós já enfatizamos que nada precisas compreender. A salvação é fácil exatamente porque nada pede que não possas dar agora mesmo"

Este trecho torna todo o trabalho de "explicar" o curso através de dezenas de livros do nosso amigo Ken um trabalho sem sentido e desnecessário.

O Curso basta por si mesmo, seu calhamaço já trás todas as chaves necessárias para o mínimo de compreensão que se faz necessário, para que através desta pouca boa vontade o estudante possa tornar-se disponível a cura e a purificação, que é realizada pela graça e não por nossa compreensão de como este processo ocorre.

Quando vamos ao médico raramente compreendemos a terapêutica aplicada assim como os princípios ativos dos medicamentos ministrados durante o tratamento e, no entanto, confiamos e seguimos as recomendações médicas na esperança de que aconteça a cura.

Se entregue ao curso como este tratamento de desbloqueio, cura e purificação sem preocupar-se em entendê-lo, O Cristo que é você que é o filho de Deus, não só compreende o curso como está muito além do próprio curso que nada mais é do que um amontoado de palavras e símbolos que estão duplamente afastados da realidade.

Esta entrega de coração, esta disponibilidade em permitir que o Espírito Santo realize a cura são as únicas coisas necessárias para o milagre e a expiação, esqueça o trabalho do Ken se ele não foi capaz de te ajudar a abrir o coração e  a lhe tornar disponível para isto, lembre-se que a tua compreensão neste nível intelectual é desnecessária.

Espero que os estudantes compreendam que ao expor esta visão não estou realizando um "ataque" ao trabalho do Ken. Compreendo que o seu trabalho pode ter ajudado alguns estudantes, porque como ensina o curso "para cada professor de Deus já estão destinados os seus alunos", portanto, com certeza, havia um grupo de estudantes que precisavam e que precisam desta abordagem intelectual de explicação do curso como o de Ken. 

Mas sinto de coração que a grande maioria dos estudantes, principalmente os estudantes brasileiros, necessitam de uma abordagem que coloque o coração em primeiro lugar e não o intelecto para permitir que o curso realize o seu propósito através deles.

Me prontifico a compartilhar desta visão que aponta na direção da simplicidade e que fala diretamente ao coração. E espero que os estudantes tenham a mente aberta (um dos requisitos fundamentais aos Professores de Deus conforme o Manual dos Professores), para entender que este ponto de vista que é o extremo oposto da abordagem de Kenneth Wapnick não é um ataque e sim um compartilhar amoroso de um professor de Deus que é apenas uma criança entregue ao seu divino amor.

Divino amor este que para mim surgiu manifesto através de um encontro santo com a presença do meu mestre que primeiro manifestou-se para mim através de uma voz interna, tendo eu vivenciado desde a infância a mesma experiência de Hellen Schucman com relação a voz que lhe ditou o curso, e que depois manifestou-se na forma através do trabalho em Satsang realizado pelo meu mestre Marcos Gualberto (que é para mim alguém que lembrou-se, que recordou-se plenamente de sua real natureza divina), e que através do encontro santo me mostrou que eu e ele somos um só em Cristo, Um só em Deus, Um só em Sri Bhagavan Ramana Maharshi, Um só Ser neste único Ser que há e que é esta única Presença que tudo faz, tudo realiza e tudo é.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente para compartilhar amorosamente aquilo que aqui amorosamente foi compartilhado!

Grato!

Seguidores