quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Uma sofisticada distração mental





Para a mente o despertar é uma grande distração.

Ela coleciona livros, pensamentos, ideias, mensagens, vídeos, informações, compartilhamentos, curtidas, ou seja, todo tipo de material com o qual ela possa se divertir, faz disso o seu hobby, sua distração, transforma isto no seu assunto predileto, passa a seguir muitos mestres mortos ou distantes do seu convívio, figuras históricas, lendárias, religiosas, filosóficas, sem jamais fazer ideia do que significa palavras como; entrega ou rendição, usa jargões para justificar a sua "promiscuidade" do tipo: A vida sabe de todas as coisas! Estou entregue a existência! Eu já sou tudo aquilo que procuro...

E realmente, a vida sabe de todas as coisas, basta que um único cômodo do seu castelo de areia mental desabe para advir o sofrimento e a dor, basta uma contrariedade vinda de quem quer que seja, para lhe sobrevir a raiva e o ódio, basta que em qualquer situação de dificuldade ou perda relacionada a dinheiro, ou a relacionamentos amorosos, ou a família, para se instalar uma crise, que impeça o indivíduo de dormir, que tire a sua paz e que abale os seus "nervos".

Para a mente o despertar, não passa de uma grande distração, não passa de uma crença, de um ilusória crença como qualquer outra.


Esqueça o despertar, esqueça a iluminação, seja apenas aquilo que é você, sem justificativas, razões, motivos ou explicações, isto é ser natural, sem nenhum esforço, apenas Ser.

*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente para compartilhar amorosamente aquilo que aqui amorosamente foi compartilhado!

Grato!

Seguidores