domingo, 16 de agosto de 2015

Como tornar-se disponível para o Encontro Santo?




O mundo real se revela diante de nossos olhos, quando nossos pensamentos de ataque e defesa se vão.

E como pensamentos de ataque e defesas são desfeitos?

Quando você não encontra mais nenhuma vítima fora de ti, para justificar o medo, a frustração, a decepção, a mágoa e os ressentimentos que percebe em si mesmo.

Quando você não julga nenhuma pessoa, nenhuma situação, seja ela de ordem pessoal, social ou política, como causa para sua reatividade, para o seu desejo de mudança.

Quando você percebe que nenhuma mudança real esta relacionada ao mundo externo, sendo assim, você não levanta bandeiras, não está disposto a lutar pelo mundo do sonho, por uma causa x ou y, porque você sabe que em sua santidade perfeita, tudo se encontra em seu lugar, regido pela vontade divina.

Enquanto houver um sentido de autoimportância baseado na história de um eu vivendo a vida dentro de um corpo, dentro de um mundo, se relacionando com outros corpos e competindo com eles por espaço, por razão, por isso e por aquilo, haverá este sentido de especialismo, haverá exigências, desejos, medos, ataques e defesas.

O mundo real se revela, quando não há mais desejos com relação ao mundo que surge diante da nossa percepção equivocada, isto significa não esperar nada de ninguém, nada dessa vida, nada desta ilusão de si mesmo.

Quando todas essas exigências egoicas se afrouxam e não há mais ninguém, não mais nenhuma situação no mundo, nenhuma história pessoal do passado, responsável por aquilo que na verdade se encontra na mente e não do lado de fora, a partir daí, o mundo tal como acreditamos existir começa a entrar em colapso e o mundo real começa a se despontar como o nascimento de uma nova aurora.

Se o Curso em Milagres for apenas mais um livro para lhe trazer informações e conhecimento, ele te será inútil, não irá deslocar o ego de sua posição confortável em que ele se encontra, ancorado neste corpo, que você acredita ter algo haver com aquilo que é você, e você passará para outro livro, e depois para outro, e para outro, porque o mandamento do ego é: "Buscai mas não achareis".

É necessário um trabalho real para que o milagre possa desfazer todas as ilusões e para que o Espírito Santo nos revele o mundo real, que também é um mundo passageiro, que surge a partir da vivência do sonho feliz, de onde o despertar suavemente floresce como uma obra da Graça.

E o deslizar-se para o mundo real começa somente a partir do Encontro Santo. Por esta razão o Curso em Milagres é só um começo. E ele só deixará de ser um mero começo, quando você se desarmar de toda ambição espiritual, de todo especialismo, de toda ideia que fortalece os alicerces do sentido de separatividade, quando toda arrogância é deixada para trás, quando você percebe claramente, que ninguém é diferente de você, e de que você sozinho não tem condições de sair disso, nesse instante você se abre para "um outro jeito", você se torna disponível para o Encontro Santo.

Um comentário:

Postar um comentário

Comente para compartilhar amorosamente aquilo que aqui amorosamente foi compartilhado!

Grato!

Seguidores