Satsang com Mestre Gualberto




É inerente ao ser humano a busca da felicidade, no entanto, àqueles que nos ensinaram desde quando éramos crianças; como ser felizes, não eram felizes. 

Desta maneira, o meio que aprendemos com o mundo para a conquista da felicidade tem nos causado uma grande infelicidade, porque tais meios sempre nos colocam na dependência de um cem número de fatores externos, que não estão em nossas mãos e que são impossíveis de se concretizarem. 

Ora esperamos encontrar o par perfeito e ficamos na dependência de que surja alguém, se surge alguém nos tornamos dependente deste alguém e sofremos muito mais a angústia e a dificuldades de uma relação, do que uma alegria genuína que nos traga paz e satisfação. Se conquistamos dinheiro, precisamos de mais dinheiro, nunca é o suficiente. Se queremos o trabalho ideal, é necessário abrir mão de toda uma vida pessoal, para se dedicar ao labor e para mantê-lo. Se nos entregamos desenfreadamente ao prazer nos tornamos profundamente vulneráveis a dor e desta forma, nunca alcançamos a tal sonhada felicidade, nunca há satisfação, nunca há um real e contínuo preenchimento.

E nós vamos até o Satsang justamente para desaprender todos esses padrões que nos tem feito infelizes, desaprender toda a miséria que costumamos criar a nós mesmos, desaprender todas as compulsões e caminhos de válvulas de escape que não nos ajuda a solucionar a causa real de nosso sofrimento, mas que apenas perpetua uma história de vida baseada na luta, no sacrifício, na insatisfação e na ausência de felicidade.

Ao desconstruir todo esse mecanismo e a nos despirmos de todos os aprendizados, temos pela primeira vez um contato consciente e direto da nossa Real Natureza, e é aí que mora a verdadeira felicidade, neste encontro com aquilo que você é verdadeiramente e o desaprendizado completo daquilo que você acredita ser e aprendeu que é, neste condicionamento obtido, na assim chamada relação, com o mundo e com o outros.

Você não é quem você acredita ser, você está além de todas as histórias, de todos acontecimento, de todo trauma e sofrimento, de toda insatisfação, porque você é pura liberdade, expressão grandiosa da existência, obra prima desta presença onipresente, desta Graça que é o cerne, a essência própria da vida.

Venha ao Satsang!

Para mais informações acessem o site do Mestre Marcos Gualberto:

www.mestregualberto.com





                                           

                                          





Blog do Marcos: http://marcosgualberto.blogspot.com.br
Blog em Inglês: http://marcosgualbertosatsang.blogspot.com.br/
Blog em espanhol: http://satsangmarcosgualberto.blogspot.com.br/
Página oficial no Facebook: https://www.facebook.com/MestreGualberto

Seguidores