domingo, 23 de fevereiro de 2014

Ser é a Fonte Única da Verdade




Imagine uma flor no jardim, reclamando do mundo, falando de suas dificuldades, dos seus medos, das suas tristezas, das injustiças sócio-política-econômicas, você acha que ainda assim a sua beleza seria radiante? 

Ela tem uma vida tão curta... Está aqui apenas para compartilhar da sua fragrância, da sua naturalidade, de sua beleza... 

Nós também somos como flores, se apenas sermos aquilo que somos, aquilo que a vida nos destinou a ser, também compartilharemos a nossa beleza, nossa fragrância... 

Mas quando queremos nos tornar a mais bela flor do campo, quando desejamos nos tornar especiais, já começamos a perder a nossa radiância... 

Quando começamos a reclamar ou a querer mudar o mundo, desaparecemos com o maravilhoso aroma de nossa fragrância...

Quando desejamos ser alguém na vida, mais importante que a própria vida, quando queremos nos tornar criaturas evoluídas, donos de um grande saber capaz de "explicar", "consertar" aquilo que está "errado" com a vida, esquecemos inclusive que somos essas belas flores no jardim de Deus...

Ser é a fonte única da verdade, não há nada fora para ser conquistado, compreendido, explicado, consertado... Ser é a única chave... Ser aquilo que é você!


"Gratidão Eterna ao meu Mestre Marcos Gualberto"

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Você pode se permitir esta simplicidade, esta vulnerabilidade, esta ausência de si mesmo?




Você pode se permitir esta simplicidade, esta vulnerabilidade, esta ausência de si mesmo?

Nesta simplicidade você simplesmente é um com a vida, você não se opõe a nada daquilo que se apresenta, você não decide mudar o mundo, porque descobre que não há nada para ser mudado e que você não existe para mudar alguma coisa. 

Nessa simplicidade você não é importante, você é como um pequeno pássaro, frágil, vulnerável, que nada sabe, nada conhece e que não está preocupado em saber, em conhecer, você apenas flui com a vida...

Você pode abrir mão do julgamento, abrir mão da análise intelectual, das discussões filosóficas e a admitir a sua completa ignorância? Você pode simplesmente ser como uma criança diante da imensidão e grandiosidade da existência?

Se você não puder admitir esta simplicidade, esta vulnerabilidade e esta ausência de si mesmo, você não pode conhecer a paz, a sabedoria, você não pode conhecer o Ser, não pode ter este encontro com a verdade. 

A verdade que não é um conjunto de palavras, de explicações, a verdade que é a unidade de todas as coisas, a verdade que é a ausência de separatividade, que é a ausência de um eu, que é o fim do sentido de uma identidade separada...

"Gratidão Eterna ao meu Mestre Marcos Gualberto"

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Os Pobres de Espírito São o Reino dos Céus





Se você adquiriu algo em Satsang jogue fora.

Satsang não é um ensino, todo e qualquer ensinamento é uma tentativa de substituir um condicionamento por outro, todo ensinamento por mais sutil que seja, não deixa de ser um adestramento... 

Tudo aquilo que pode lhe ser adicionado, também pode lhe ser tirado porque isto não é você.

Um Mestre não lhe dá nada, ele te conduz ao reconhecimento daquilo que você é, e mesmo na presença do Mestre a mente tenta adquirir conhecimento, ensino, entendimento, para poder interpretar a verdade, reconhecer o que é ou não ilusório, e para que? Para se tornar especial, para se tornar alguém importante, para adquirir destaque, para cumprir o seu propósito divino, e tudo isto é um grande truque da mente.

Se até mesmo diante de um Mestre isto acontece, quem dirá aqueles que dedicam parte do seu tempo lendo livros, assistindo vídeos, postando lindos textos no facebook? Se o encontro consigo mesmo não é um ensino, como pode este amontoado de palavras e símbolos inventados pela mente, conduzir a este reconhecimento? O único reconhecimento possível na mente, é o reconhecimento da mente, não do Ser, por esta razão, há muitas discussões nas redes sociais sobre a verdade, cada um discordando do outro, e disputando qual é o dono da razão, tudo isto produzido por um ruído mental próprio daqueles que de forma agressiva acreditam possuir a verdade... 

Satsang é um chamado da Graça, não para o início de uma busca, não para adquirir alguma coisa ou conquistar algo, mas para diante da Presença se render, parar, desistir, tornar-se aquilo que já és, uma testemunha silenciosa, que possa mergulhar no coração dessa presença, e permitir se dissolver diante da verdade, a verdade é implacável, ela não pode permitir a sua entrada em seu reino, aqui é o limite, se você prosseguir permanecerá no campo das ilusões da mente, se aqui você desistir e se render irá desaparecer, porque de fato, você jamais apareceu, e a partir disso, só há a verdade.

Portanto, se você adquiriu algo em Satsang, jogue fora, se adquiriu informações sobre a verdade em livros jogue fora, se você possui conhecimento para iniciar grandes discussões sobre a verdade jogue fora, se você trás muitas experiência do passado, com grandes vislumbres jogue fora, este é o espaço da estaca zero, os espertos aqui são os idiotas, e os idiotas, que se permitem confiar num Mestre são os pobre de espírito (e não diria que a eles pertencem o reino dos céus, mas que são eles próprios o reino dos céus), porque a partir daqui, não há mais nada para se adquirir, conquistar, atingir, esses descasaram em sua tolice, esses pobres seres que não são ninguém, que não sabem nada, que não adquiriraram nada, ou simplesmente jogaram fora tudo aquilo que haviam adquirido, e que apenas vivem em felicidade e em liberdade, esses pobres seres...

 "Gratidão Eterna ao meu Mestre Marcos Gualberto"


segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Liberdade significa viver além de todos os acontecimentos




Nada daquilo que parece acontecer, tem de fato, alguma coisa haver com aquilo que é você. 

Você é aquilo que não acontece e que não pode ser tocado por acontecimentos.

Acontecimentos são fenômenos de natureza temporal, que apenas aparecem para depois desaparecer.

Só uma ideia nascida de uma identificação, tomaria posse de um acontecimento, como se ele houvesse acontecido para você, que passa a fazer deste ocorrido uma história pessoal, e toda história pessoal não passa de uma sobreposição de uma ilusão a respeito daquilo que é você. 

Você não pode expressar quem você é, acreditando ter uma história pessoal, pois aquilo que é você, está além de todas as histórias, e como já dito, além de todos os acontecimentos...

Por qual razão, então, você se abalaria diante de um acontecimento? Se você puder apenas ser uma testemunha daquilo que acontece, ou simplesmente parece acontecer, não poderá sentir abalo algum, mas se você acredita que, todo acontecimento dá forma a sua história, então sem dúvidas, você estará encrencado, o sofrimento será inevitável. Ser alguém é sofrimento, e todo sofrimento precisa de uma história que o justifique.

Ou você deixa de dar importância a esta história que de fato, não é sua, ou você continuará se confundindo com acontecimentos, sofrendo por fatalidades e se alegrando com momentos prazerosos, vivendo esta falsa esperança de felicidade, tentando ter o controle sobre a realidade, determinando através dos seus esforços a repetição de momentos prazerosos e se esforçando ao máximo, para evitar que acontecimentos desagradáveis possam vir a tona, como se isso fosse possível, até porque no fundo, todo acontecimento é desagradável, porque mesmo o prazer, ele está apenas passando, é fugaz, não preenche, apenas lhe transforma num escravo, e como pode ser agradável, viver como um escravo? 

Toda a identificação dada para um acontecimento, dando-lhe uma identidade de um alguém presente no acontecimento, o torna desagradável, seja no prazer ou na dor. E todo acontecimento é apenas um acontecimento, quando não há alguém nele.

Liberdade significa viver além de todos os acontecimentos, de todo o ocorrido, liberdade significa viver sem histórias, liberdade significa viver sem dar identidade a manifestação da vida presente, só há liberdade nesta impessoalidade. A pessoa é e sempre será uma escravidão.


"Gratidão Eterna ao meu Mestre Marcos Gualberto"

Seguidores