terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

PERMITA-SE



Permita-se manter sempre a sua mente aberta!

Somente assim pode haver amadurecimento.
Não tenha medo da mudança que é inevitável, se-á a aceitamos crescemos através dela, se-á resistimos, sofremos.

Se a mudança se der através de um processo inconsciente, não teremos a oportunidade de desfrutar de toda a beleza do crescimento e não haverá amadurecimento.

O crescimento natural é um dos fenômenos mais belos da natureza.

Temos tantos exemplos deste espetáculo, como o nascimento, crescimento e desenvolvimento de um feto, o plantar, brotar, germinar, crescer, florescer e o frutificar de uma árvore. a metamorfose das borboletas e mariposas que se caracteriza por quatro fases (ovo, larva, crisálida e adulto), ou seja, mesmo no universo visível, observamos os efeitos invisíveis que impulsionam o crescimento dos seres, no humano através da mente, nas árvores através da seiva, nas borboletas a força da natureza que abrange a tudo e a todos.

Esta visão é uma das primeiras visões que todo o buscador, todo o ser humano curioso e ansioso pelo processo de crescimento e desenvolvimento tende a observar.

E mente aberta é fundamental, tanto para o crescimento, quanto para o pleno despertar.

Só uma mente aberta pode se desfazer.

Seja racional, lógico, metódico, mas seja também intuitivo, sútil e flexível.

Não reprima suas emoções e desejos, concilie-se com todas as suas dimensões do seu ser e viver, e permita-se que todas as suas emoções e sentimentos sejam depurados e possam amadurecer plenamente, que a sua consciência seja o regente de toda a sua orquestra, e que as pausas enfáticas e temporais no seu tempo musical seja uma espécie de portal para a sua transcendência.

Permita-se!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente para compartilhar amorosamente aquilo que aqui amorosamente foi compartilhado!

Grato!

Seguidores